quinta-feira, 20 de abril de 2017

Os ancestrais de Alphi e a criação da espécie humana

Espero que tenha notado que há coisas não explicada sobre a origem da espécie humana.

Como você deve saber, de acordo com Charles Darwin, descendemos dos macacos (na verdade ele nunca disse isso, mas é mais fácil seguir o senso comum do que fazer pesquisa). Contudo há algumas características humanas que a teoria mais aceita não explica. Especialmente, por que não temos pelos.

Há várias teorias que explicam isso, mas nenhumas delas é conclusiva. Mas livre-se por um momento de suas preconcepções e me acompanhe na minha linha de raciocínio. Você deve ter notado que alguns seres humanos são como porcos, principalmente machistas, a maioria dos políticos e alguns policiais enviados para reprimir manifestações. Se você já assistiu uma série médica, deve ter se perguntado como as cenas de cirurgia são feitas. A resposta é que usam porcos, pois os órgãos internos dos porcos são semelhantes aos humanos.

Um cientista já percebeu isso. (Mais informação aqui.) Contudo, há algo que ele não pôde explicar. Como poderiam cruzar um porco e um chimpanzé?

A resposta é um dos segredos do Alphismo.

Há um milhão de anos, ancestrais de Alphi estiveram na Terra. Aqueles que são como Alphi são uma civilização em constante expansão, espalhados pela galáxia. Eles têm uma vida longa (considere que o próprio Alphi viveu no antigo Egypto e estamos ainda esperando a segunda vinda dele). Eles são capazes de uma antecipação no planejamento muito além da nossa compreensão. Há um milhão de anos, eles chegaram à Terra enquanto buscavam um planeta para colonizar que fosse capaz de sustentar vida inteligente, TV a cabo e gatos. Depois de várias experiências, conseguiram criar um híbrido de porcos e macacos, que seriam capazes de criar gatos. Eles voltariam no futuro para se tornarem senhores desses híbridos, e é disso é o que Alphi estava cuidando no tempo em que vivou no Egypto.

Ele não conseguiu daquela vez, mas ele voltará atrás dos gatos a que faz jus.

--   –><–  Rev. Alexandṛ dell'A r Appia, Amordi, IIPJ, Oracle to Glycon  Today is the 14th day to Discoflux, in the 27th yCWC.  "On two occasions I have been asked [by members of Parliament!], 'Pray, Mr.   Babbage, if you put into the machine wrong figures, will the right answers  come out?'  I am not able rightly to apprehend the kind of confusion of ideas   that could provoke such a question."  -- Charles Babbage