segunda-feira, 9 de março de 2015

Fwd: Sobre a diferença de sexos

> Querida Papisa Mariana a Única, Rainha do Mundo e Protetora dos Gatos,
>
> Atendendo a uma ordem sua, transcrevo o que eu disse sobre o corpo masculino ser um derivativo do corpo feminino. Aliás, sou de opinião que Vossa Majestade poderia corrigir um defeito comum às línguas ocidentais de usarem a palavra "homem" para designar nossa espécie. 
> Com efeito, na falta de conhecimento histológico (todos embriões começam com uma forma feminina), na simples comparação entre os corpos dos dois sexos mais comuns percebe-se que não se pode derivar a fôrma feminina da masculina.
> As mamas femininas bem formadas e funcionais são, no corpo masculino, meramente vestigiais. Enquanto as mulheres possuem o canal vaginal separado da uretra, no homem, eles se combinam num único duto. O pênis nada mais é que um clitóris hipertrofiado envolvendo a uretra. Os testículos nada mais que ovários atrofiados, externos, que produzem uma versão defeituosa dos óvulos, como células mal formadas, que pouco mais têm além um núcleo e um flagelo.
> Quando se considera a pequenez do cromossomo Y, o menor de todos, percebe-se que os homens, não fossem derivados  das mulheres, seriam impossíveis, pois não há genes suficientes. Isso sem nada dizer que, na falta de um útero feminino nenhum ser humano se forma. A ciência não está muito longe de que possamos prescindir do espermatozóide para reprodução, mas parece possível de substituir um útero.
> Nessas circunstâncias, considero que seria muito mais ajuizado que disséramos 'mulher' para se referir à espécie, ou 'ser mulheril', como alternativa. Igualmente, ao se referir a um grupo formado por pessoas que não todas masculinas, faz mais sentido usar o feminino plural.
> Espero que Vossa Majestade considere minha proposta digna de sua ponderação e decida como lhe aprouver.
> Seu servidor,
> Rev. Alexandre II dell'A rAppia, Amordi, &c
> A 13 dias para S. Alexandre I, véspera do Dia das Mulheres Derrubarem o Tsar, 29 aCCO

sexta-feira, 6 de março de 2015

Update on the Calendar: on 12 A, celebrate Women's Topple the Tsar Day

Dear Mome Mariana the Unique, &c.

Health upon you,
Last year while I was concluding this year's calendar, I decided to include 12th to Alexandrday as a celebration to coincide with International Women's Day. It was named as February Revolution Day, in a bow to its history.
That was mostly a statement towards people outside Alphism because the binary distinction between sexes, upon which such date is grounded, is not of much consideration in the Alphistic belief system. On the one hand, to Glycon, all humans are indistinguishable helpless and pathetic limbed creatures of the same sort; on the other, in a Discordian point of view, both sexes are just the ends of a spectrum that happen to be more common than its middle ranges.
Nonetheless, there is this statement to people outside Discordianism, and, while referencing a quite inspiring historical event, just calling the day February's Revolution does not pays justice to the efforts of Russian women, while recalling an accomplishment that is as past as settled in stone, and don't qualifies as a call to action.
Therefore, I am rebranding the celebration of 12 A as Women's Topple the Tsar Day, to remember everyone that no matter how powerful a figure may seem, their power is as constructed as it may be subject to deconstruction while recognizing the very people that inspire this thought.
With all my laugh,
Alexandr II dell'A  rAppia, Amordi, &c.
14 A/29 yCWC

domingo, 1 de março de 2015

Olá, aqui estão as minha fontes, aproveite!

Minha Santa Papisa Mariana, a Única, Rainha do Mundo,

Neste e-mail, informo a você a maior parte das minha fontes sobre o Discordianismo e sobre outras coisas que eu ponho no Alphismo. Considere isso uma revelação, não como recomendações, pois Discordianismo é uma questão de atitude, e a mim parece que você é discordiana o suficiente, apenas pela maneira como você resolveu tomar essa religião para si.

Não há um "manual" de Alphismo, como você me pediu. Podemos escrever um livro com nossos dogmas, ou melhor, dogmas, regmas, migmas, fagmas, solgmas, lagmas e sigmas (acho dogmas muito monocórdios).

Meu primeiro contato com o discordianismo pelo programa ddate. Para mais informações sobre o ddateconsulte o manual: man ddate. Isso aconteceu na estação de burocracia de YOLD 3172  (2006 d.C.).
A página do manual menciona um endereço da web, www.subgenius.com, e um livro, Principia Discordia, Or How I Found Goddess And What I Did
To Her When I Found Her, de Malaclypse, o Jovem. A 5º edição do livro pode ser encontrada nos anexo que eu mandei. Há uma versão na internet em www.ology.org/principia/body.html. A primeira edição pode ser encontrada em appendix.23ae.com/pd1/01.html - essa consiste uma cópia recuperada dos arquivos do assassinato de John F. Kennedy.

Existia um site muito bom em português ligado ao discordianismo: você pode encontrá-lo no WebArchive: 1001gatos.org. Esse site, atualmente, não trata de discordianismo nem tem o conteúdo antigo.

Bastante informação sobre o discordianismo pode ser encontrada na Wikipédia:
Considere, contudo, que os Principia Discordia são o livro de base da POEE, a seita fundada por Kerry Thornley e Greg Hill. Eu uso outras fontes pois a ideia básica é que cada um faça sua própria seita, cisma, divisão, cabala.

Uma das minhas fontes de conhecimento mitológico são os textos de Luciano de Samósata - ele é um dos meus santos, celebrado em 5 de discórdia (19/mar.). Eles podem ser encontrados em gutenberg.org/ebooks/author/1997. O mais importante desses textos é, para mim, Alexander, the Oracle-monger (Alexander é meu primeiro santo - 5 de discórdia = 5/jan.); você vai encontrá-lo num dos anexos que te envio. Eu, como ele, também sou oráculo de Glícão.

O Alphismo incorpora conceitos de outras religiões. Uma delas é o humanitismo, ou humanitas. Informações sobre o humanitismo podem ser encontradas em Memórias Póstumas de Brás Cubas e um tratado exemplificativo da aplicação do humanitas existe sob o título Quincas Borba. Ambas as obras são de você sabe quem. Quincas Borba é um dos meus santos, celebrado em 5 das consequências (24 de outubro).

Minha papisa, já são 20:33 da noite e eu gastei muito tempo tentando achar a cópia dos Principia Discordia nos arquivos do assassinato de JFK (que parece que não estão mais online). Teria mais coisas a lhe dizer, mas é tarde demais.

A tempo: como você parece fazer questão de que haja um livro do Alphismo, eu comecei um para nós. Você pode escrever o que quiser nele. Há duas versões, uma em inglês e outra em português, escolha a que com que ficar mais à vontade. Podem ser encontradas em: docs.zoho.com/home#folder/jqmi4bc2ed92c94ed4691afc3de57d165aaca.

Beijinhos e abbracci
--   –><–  Rev. Alexandre dell'A r Appia, Amordi, IIPJ, Oráculo de Glícão  If you can't be good, be careful.  If you can't be careful, give me a call.  Today is Sweetmorn, the 63rd day    of Discord in the YOLD 3180.